Menu Lateral
 
São Tiago, 23 de Junho de 2017 :: 25 visitantes online.

Home :: História

São Tiago, uma vertente nas Gerais

 

 O pequeno Município de São Tiago está localizado a cerca de 200 quilômetros da capital mineira, mais precisamente na região do Campo das Vertentes. Pertencente à Estrada Real e ao Circuito Trilha dos Inconfidentes, está bem próximo dos municípios de Tiradentes, Prados, Resende Costa e da cidade histórica de São João del-Rei, distante cerca de 44 quilômetros do Município.

Cidade acolhedora e hospitaleira, como muitas do interior, é motivo de orgulho de seus habitantes.

O povoado que se transformou no atual município, foi fundado por bandeirantes espanhóis há aproximadamente 300 anos. Não há documentação precisa nem tradição oral que guardou o nome dos primeiros a chegarem ao local, porém sabe-se que por volta de 1708, no lugar denominado Vargem Alegre, na Fazenda das Gamelas, foi descoberto ouro, fato que atraiu a atenção dos desbravadores da época, auge da produção aurífera no Brasil.

Dessa forma a região começou a ser povoada, sendo que os primeiros habitantes se fixaram ao redor de uma capela erigida em homenagem a São Tiago, santo de devoção dos espanhóis. O lugar se tornou ponto de referência e aos poucos se transformou em arraial. 

Em 1802, São Tiago já figurava numa relação de arraiais do termo da Vila de São José. Em 1849, se torna distrito de São João del-Rei, e, mais tarde, em 1872, de Bom Sucesso. Em 27 de dezembro de 1948, pela Lei Estadual 336, foi criado o município, com território desmembrado de Bom Sucesso, sendo emancipado oficialmente em 01 de janeiro de 1949.

Hoje o município, que tem cerca de 10 mil habitantes, possui um distrito, denominado Mercês de Água Limpa (Capelinha), além de doze povoados na zona rural: Capão das Flores, Fundo da Mata, Tatu, Patrimônio, Chapada, Córrego Fundo, Jacaré, Cajengá, Germinal e Povoado dos Melos e duas comunidades com características quilombola: São Pedro das Carapuças e Içara.

A economia local tradicional tem por base a agropecuária e a indústria extrativa de minerais. No setor agrícola produz milho, arroz, café, mandioca, dentre outros. A pecuária está dividida entre a produção leiteira e a recria de novilhos para o abate. No setor de mineração, além do minério de ferro, possui reservas de manganês, bauxita e tantalita.

A habilidade para fazer quitandas é uma tradição que acompanha a trajetória do município. Por esta razão, mais recentemente a indústria de produção de biscoitos se consolidou e assumiu um papel importantíssimo na economia local, o que acabou conferindo a São Tiago o título de “Terra do Café-com-Biscoito”.

 

A Terra do Café com Biscoito

 

Desde o início de sua ocupação São Tiago é conhecida por ser uma terra hospitaleira. Além disso, quem quer que passe por aqui é sempre recebido calorosamente com um cafezinho e uma repleta variedade de quitandas, feitas pelos próprios são-tiaguenses. Essa tradição vem desde muito tempo, quando o lugar, ainda arraial, era ponto de parada de tropeiros e viajantes que por aqui transitavam rumo ao Triângulo Mineiro e Goiás. Estes comboios, vindos principalmente do Rio de Janeiro, eram aqui acolhidos com hospitalidade, sendo-lhes oferecidas fartas mesas de quitandas e uma culinária riquíssima de forno e fogão. A cada parada no pequeno arraial denominado “São Tiago” estes viajantes saboreavam receitas deliciosas que iam sendo repassadas de geração em geração.

As tradicionais receitas, trabalhadas artesanalmente, mantiveram sua qualidade e satisfazem até hoje o paladar dos mais exigentes degustadores, constituindo terreno fértil para brotar a idéia de se realizar em São Tiago uma grande festa para oferecer sua riqueza cultural àqueles que ajudam e ajudarão a compor sua história: o tradicional “Café-com-Biscoito”.

Assim, desde 1999, é realizada a “Festa do Café-com-Biscoito”, evento que propicia aos são-tiaguenses a consolidação de suas tradições, o fortalecimento de valores e cultura locais e regionais e atrai um número expressivo de turistas e visitantes.

No segundo final de semana de setembro, a Praça da Matriz, se torna o centro das atenções, tomada pelo doce aroma do café e das quitandas, degustadas à vontade, por todos que por ali passam. De sexta-feira a domingo, a cidade recebe visitantes que, juntamente com os são-tiaguenses, apreciam a atrativo que já se tornou roteiro cultural e artístico da região e que tem o objetivo principal de consolidar o resgate das tradições na arte da produção artesanal dos biscoitos de São Tiago, por meio de sua valorização e divulgação.

Com tudo isso a produção de biscoitos cresceu e hoje existem cerca de quarenta fábricas de biscoitos que geram dezenas de empregos diretos e indiretos. Dentre as variedades destacam-se a torradinha (confeccionada em diferentes sabores, tais como tradicional, queijo, alho, cebola, orégano, pimenta, pizza, parmesão) e os biscoitos doces, como as rosquinhas de nata, casadinho, entre outros. 

O café e o biscoito de São Tiago já têm reconhecimento e isso faz com que os são-tiaguenses se orgulhem cada vez mais desta terra. Sempre que recebem uma visita, convidam: “vamos tomar um café com biscoito?”. 

 

(Retirado do site da Prefeitura Municipal de São Tiago/MG - adaptado)

 


 

Mais Notícias

(c) 2017 - Câmara Municipal de São Tiago
Endereço: Praça Ministro Gabriel Passo, nº 681 Cep: 36.350-000 - Cidade: São Tiago / MG
Tel.: (32) 3376-1357 - Email: camara@camarasaotiago.mg.gov.br

Versão: 2017.04.10
Alternar para Versão Mobile
Desenvolvido por: